Conversa com os assinantes: o melhor disco do ano (até agora)

Para nos ajudar a montar a lista com os melhores álbuns lançados em 2021, convidamos os nossos apoiadores para dividirem as músicas que foram trilha sonora dos últimos meses.

Texto Redação
Foto Holy Whitaker

Quais foram os discos mais escutados nos últimos meses? Para nos ajudar na missão diária de driblar o baixo astral, a música segue sendo uma ótima companhia. Se depender dos artistas que lançaram discos em 2021, há muitas opções para se encantar. Para nos ajudar na missão de listar os álbuns lançados ao longo do ano, convidamos os nossos assinantes para dividirem recomendações. 

Qual é o melhor disco de 2021 (até agora)? Veja as respostas a seguir: 

Mateus Amaral

Disco: The Golden Casket do Modest Mouse
Música favorita: “Wooden Soldiers”
Melhor disco do Modest Mouse (Uma das minhas bandas favoritas), em uns 16 anos. É muito bom ver que eles ainda conseguem produzir coisas legais.

Paulo Henrique

Disco: A Liquid Breakfast, da Audrey Nuna
Música favorita: “Comic Sans”
Álbum curtinho que quando acaba você fica querendo mais.

Vinicius Dias Viana

Disco: For The First Time, do Black Country, New Road 
Música favorita: “Sunglasses”
Muita dúvida entre esse e o do Black Midi, mas por ser um debut deles, me impressionou mais. Post punk de qualidade.

Diego Carteiro Pereira

Disco: Floating Points & Pharoah Sanders, do Promises com a Orquestra Sinfônica de Londres
Música favorita: “Movement 5”
Parceria improvável que casou perfeitamente com apoio da orquestra sinfônica de Londres. Um petardo de disco que vale a execução completa sem pausas.

Fabrico Nery

Disco: Seek Shelter – Iceage
Música favorita: “Love Kills Slowly”
Muito difícil escolher um álbum em vários ótimos que saíram esse ano, mas esse me surpreendeu demais, é o único disco da banda que escutei até então, e eu não sabia que eu era tão fã de post-punk até ano passado. Passei a adolescência só escutando pop e agora estou descobrindo novos gêneros. Esse álbum tem letras lindíssimas e uns arranjos muito legais.

Breno Ravanelli

Disco: Bright Green Field – Squid
Música favorita: “Global Groove”
Em seu disco de estreia, Squid brinca com o post-rock e o spoken word característico do gênero. Não quer reinventar à roda, apenas divertir o ouvinte. É impossível passar por músicas como “Global Groove” e “Narrator” sem querer pular e quebrar tudo ao seu redor com a energia contagiante que é irradiada.

Gostou? Temos também essas outras matérias

Apego ao conflito

O quinteto inglês Shame faz parte da nova geração de bandas jovens conscientes.