Conheça as capas da sexta edição da Revista Balaclava

Convidamos as superartistas Jup do Bairro e Jadsa para estrelar ensaios especiais, assinados pela dupla criativa e maravilhosa, Karla Brights e Felipa Damasco.

Texto Isabela Yu e Helo Cleaver
Foto Karla Brights

Talentosas, desafiadoras e extremamente criativas, as artistas Jup do Bairro e Jadsa são as capas da sexta edição da Revista Balaclava. As imagens deslumbrantes dos dois ensaios surgem do trabalho colaborativo da dupla maravilhosa e talentosa: Karla Brights nas fotos e Felipa Damasco na direção de arte. 

Em meio ao caos do ano passado, Jup lançou o seu primeiro EP visual, o CORPO SEM JUÍZO. Em toda sua complexidade, mistura gêneros como o funk, o rap e o nu metal. São narrativas contadas por uma corpa anarquista, inquieta e inconformada. 

Agora Jadsa acaba de lançar o seu primeiro disco. No entanto, engana-se quem pensa que ela ainda está começando. Olho de Vidro chegou às plataformas no dia 26 de março deste ano, um dia depois do aniversário de sua autora, e segue recebendo elogios da imprensa e dos fãs. 

Com 12 matérias inéditas, aguarde várias surpresas no meio do caminho. Além de entrevistas com mais de 15 artistas, há uma coluna exclusiva do podcaster Controle Y e o primeiro texto opinativo da jornalista Thaís Regina. 

Receba a Revista Balaclava #6 em casa! Clique aqui para se tornar assinante ou garanta a sua na nossa lojinha online.

Créditos das capas:

Jup do Bairro

Texto Jorja Moura @jorjamoura 

Fotos Karla Brights @karlabrights 

Equipe de foto Cais Vicente @caisvicente

Arte Felipa Damasco @damascozzz 

Beleza Suy Abreu @suabreup

Styling MEMBRANA @membranv 

Tratamento de Imagem Carol Lopes @caroool_lopes 

Jadsa

Texto @apropriathaisregina 

Fotos Karla Brights @karlabrights 

Arte Felipa Damasco @damascozzz 

Créditos Revista Balaclava:

Direção editorial Isabela Yu @isabelayu

Produção executiva Helo Cleaver @helocleaver

Design e Direção de Arte Ana David @ana__david, Thata Jacoponi @thatajacoponi e Yasmin Kalaf @yasmin.kalaf

Edição e Revisão Pedro Camargo @pedrojcamargo

Gostou? Temos também essas outras matérias

O ciclo das águas de Letícia Novaes

Falamos com Letrux sobre tornar-se poeta, o peso da palavra e o desavergonhamento em ter o amor como combustível para se aventurar pela trajetória da escrita.

O mistério fascinante de Black Midi

“A gente vê o estúdio e o ao vivo como duas coisas completamente diferentes. Não vamos apenas entrar no estúdio, gravar exatamente como a gente toca ao vivo e deixar por isso mesmo”.