[language-switcher]

Conheça as capas da nona edição da Revista Balaclava com Deekapz e Jennifer Souza

O lançamento acontece no Balaclava Fest, em 11 de dezembro, no Tokio Marine Hall. Além do show da artista mineira, o lineup conta com Ombu, Pluma, Bruno Berle, Alvvays, Crumb e Fleet Foxes. 

Texto Isabela Yu e Heloisa Cleaver
Foto Mayã Guimarães e Teodora Velloso  

Para fechar o ano em grande estilo: a nova edição da revista será lançada no Balaclava Fest, em 11 de dezembro, no Tokio Marine Hall, em São Paulo. Jennifer Souza, uma das capas, está confirmada no evento, que contará ainda com apresentações de Ombu, Alvvays, Crumb e Fleet Foxes. A data encerra o ciclo de comemorações dos dez anos de Balaclava e cinco anos de Revista Balaclava. O clima também está presente nas páginas da revista, que conta com um álbum de fotografias da última edição do festival, realizado em abril. Para os saudosos dos shows no Breve, na Pompéia, saiba que o existe agora o Bar Alto, uma empreitada indie na Vila Madalena, bairro que inclusive abriga novos palcos abertos a estreantes e consagrados. 

Falando em ferver a pista de dança, o duo Deekapz embarca para mais uma investida no exterior com uma tour de seis datas na Europa. Os DJs Matheus Henrique e Paulo Vitor dividiram os próximos planos do projeto, que inclui investidas fora do país, mas sem abrir mão do jeitinho brasileiro. As festas gratuitas na rua continuam na prioridade. Na entrevista com Jennifer Souza, mergulhamos nas últimas duas décadas da cena independente mineira. A artista comenta a sua trajetória no Transmissor e Moons, e divide processos criativos. 

O que mais tem nas páginas da nova edição? Entrevistas com Ombu, Jonathan Ferr e MC Tha, reportagens sobre a curadoria dos festivais, e a discografia de Elza Soares, além de bate-papo com os assinantes com um tema muito importante. A gente propôs a seguinte pergunta: o que um artista precisa ter para a gente se tornar fã? E como apoiar as bandas que a gente ama? Não tem uma resposta certa, mas seja em meios digitais ou analógicos, endossar o trabalho de pessoas que admiramos ganhou um peso ainda maior em tempos desafiadores para a cultura. Pensando nesse cenário de super exposição, Thaís Regina olha para o Irã para refletir sobre o papel das imagens em processos de transformação social. 

O visual das páginas foi criado por Flora de Carvalho e Bia Batisteli, do Toda Oficina, Estela Mendes e Ana David. A Thaís Ferreira foi a repórter desta edição. O Pedro Camargo revisou as matérias. Tivemos a estreia da Mayã Guimarães assinando um dos ensaios de capa, e a Teodora Velloso fez o segundo shooting.

Para receber a sua Revista Balaclava em casa, se torne assinante ou garanta a sua edição avulsa na nossa loja!

__

Venha buscar a sua no Balaclava Fest! 

A Balaclava Records apresentou hoje a programação completa que irá compor a próxima edição do Balaclava Fest, que acontece no dia 11 de dezembro, em São Paulo. Os ingressos estão à venda no site da Ingresse.com.

Além da nova Revista Balaclava, três atrações internacionais de peso da cena musical alternativa se apresentarão pela primeira vez no país e exclusivamente no festival: de Seattle, o folk cultuado de Fleet Foxes; o indie pop melancólico e grudento da canadense Alvvays e a psicodelia norte-americana do Crumb com influências do trip hop e da música brasileira sessentista. 

O lineup nacional está composto por quatro dos mais interessantes representantes da nova música brasileira. O trio paulistano Ombu apresenta o show de seu recém-lançado álbum de estreia Certas Idades, influenciado por grupos como Clube da Esquina e Beach Boys. Além deles, estão os também paulistas da Pluma, queridinhos da cena independente com seu neo jazz com ares psicodélicos em ambiente pop eletrônico e muita criatividade em synths e beats, com sonoridade que flerta com Stereolab. O compositor, poeta e multi-instrumentista alagoano Bruno Berle apresenta seu R&B contemporâneo presente em No Reino dos Afetos, com referências que vão de João Donato a Steve Lacy, apresentando um dos discos mais elogiados em 2022 pela crítica nacional. Por fim, a sutileza e sofisticação da mineira Jennifer Souza, dona de um dos álbuns mais delicados do ano passado, Pacífica Pedra Branca, remetendo às obras de Milton Nascimento com arranjos do folk e indie norte-americano e que foi indicado como um dos melhores discos do ano pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Artes).

O evento será realizado no Tokio Marine Hall (casa de shows anteriormente conhecida como Tom Brasil), localizado na zona sul da capital paulista, com capacidade para 4 mil pessoas, marcando assim a maior edição da história do festival.

Balaclava Fest 10 Anos 

com Fleet Foxes, Alvvays, Crumb, Ombu, Jennifer Souza, Bruno Berle e Pluma

Datas: 11 de dezembro de 2022

Local: Tokio Marine Hall

R. Bragança Paulista, 1281 – Várzea de Baixo

Próximo à estação João Dias (Linha 9-Esmeralda CPTM)

Horários do festival: 

Portas 15h

Encerramento 23h

Classificação etária: 16+

Ingressos: ingresse.com/balaclavafestdez22 

Gostou? Temos também essas outras matérias

Um drama espetacular

Em entrevista exclusiva, black midi comenta o seu novo trabalho Cavalcade, ainda mais complexo e desafiador do que o seu disco de estreia, Schlagenheim.